segunda-feira, 15 de agosto de 2016

PRINCIPAIS CUIDADOS A TER DEPOIS DE FAZER UMA TATUAGEM

PRINCIPAIS CUIDADOS A TER DEPOIS DE FAZER UMA TATUAGEM

CLASSIFIQUE O ARTIGO: 
Tatuagens no braço
Após muita consideração e pesquisa, escolheu o seu desenho e a zona do corpo onde quisesse que ele fosse tatuado, chegou o grande dia e agora a tatuagem deixou de ser um sonho e passou a ser uma realidade à vista de todos. Para além de a admirar, existem vários e importantes cuidados que devem ser seguidos depois de fazer uma tatuagem, de forma a garantir a sua cicatrização e evitar qualquer tipo de infeção.
  1. Depois de terminada a sua tatuagem, oiça bem as recomendações do tatuador que irá explicar-lhe quais os cuidados a ter nos próximos dias e semanas.
  2. O mais certo é sair do estúdio com a tatuagem coberta por película aderente e/ou gaze estéril. Embora a gaze possa ser retirada poucas horas depois – aplique um pouco de água morna à gaze se ela estiver colada à tatuagem – alguns tatuadores recomendam o uso de película aderente sobre a tatuagem durante mais alguns dias.
  3. O tatuador irá indicar-lhe uma pomada que deverá aplicar na tatuagem várias vezes ao dia durante 7 a 10 dias.
  4. No dia em que fizer a tatuagem, deve evitar tomar banho ou então não molhar a tatuagem se for possível. Nos dias seguintes, evite utilizar sabonete nessa área ou então opte por um sabonete neutro. Depois de molhada, deixe a tatuagem secar ao ar livre e não a esfregue com a toalha. Evite banhos de imersão nos dias pós-tatuagem.  
  5. Durante o próximo mês, deve evitar a praia, piscinas, jacuzzis e saunas.
  6. Evite a exposição solar (incluindo os solários) durante pelo menos um mês. O corpo humano vê a tatuagem quase como uma queimadura em 2º grau, por isso, a exposição aos raios UV durante o processo de cicatrização pode resultar numa “queimadura” de 3º grau.
  7. Durante o processo de cicatrização, é normal que a tatuagem ganhe uma crosta e que dê comichão – evite coçar e deixe que a crosta desapareça por si só.
  8. Evite o uso de roupa apertada sobre uma tatuagem recente, sem esquecer a roupa interior, as meias e os collants (estes devem ser completamente evitados durante os primeiros 10 dias, uma vez que podem fundir-se com a tatuagem).
  9. Ao primeiro sinal de infeção ou reação alérgica, consulte de imediato um médico.
  10. Passado um mês de cicatrização – algumas pessoas podem necessitar de mais tempo – assegure-se que aplica bastante protetor solar na sua tatuagem sempre que estiver ao sol, de forma a evitar o esmorecimento da tatuagem.
Fonte: http://tatuagem.com/

PRINCIPAIS CUIDADOS A TER COM AS TATUAGENS NA PRAIA E PISCINA

PRINCIPAIS CUIDADOS A TER COM AS TATUAGENS NA PRAIA E PISCINA

CLASSIFIQUE O ARTIGO: 
Tatuagens na praia
No Verão, e graças ao uso de menos roupa, bem como ao tempo passado ao sol, na praia e na piscina, as tatuagens saltam à vista! Porém, devem saltar à vista pelos melhores motivos, por isso, se tem ou vai fazer uma tatuagem, cuidado com a exposição solar.

Fazer uma tatuagem no Verão ou no Inverno?

Escolher uma tatuagem para imortalizar no corpo vai muito para além do seu desenho, tema, cores, dimensão e a parte do corpo onde será tatuada – na hora de fazer uma tatuagem, também é fundamental considerar a época do ano. E aqui, não há dúvidas: escolha preferencialmente o Inverno, para garantir o tempo necessário de cicatrização.
O ideal é que as tatuagens não sejam feitas em época de férias. Pelo menos, daquelas férias em que a exposição solar e os banhos de mar ou de piscina são a rotina diária. O nosso organismo interpreta uma tatuagem quase como uma queimadura de segundo grau, pelo que a exposição aos raios UV seria o mesmo que provocar uma lesão de primeiro grau. Por isso, se pretender exibir uma bela tatuagem juntamente com as havaianas, o biquíni ou os calções de banho, nada melhor e mais seguro do que fazê-la com pelo menos um mês de antecedência da época balnear... mas atenção, quanto mais cedo melhor!
Passado o mês de “quarentena”, não existirá problema em expor a tatuagem ao sol. No entanto, os cuidados com as novas tatuagens devem ser dedicados também às tatuagens de longa data – aplicar uma camada generosa de protetor solar na zona tatuada meia hora antes da exposição ao sol e garantir novas aplicações de duas em duas horas, bem como sempre que se sai da água, são as três regras de ouro a não quebrar. De facto, e para evitar a perca do brilho e da cor que a exposição solar pode causar, é imperativo redobrar cuidados com o protetor solar, por isso, escolha sempre um fator elevado e que proteja simultaneamente dos raios UVA e UVB.

Cuidados a ter com as tatuagens ao sol, na praia e na piscina

Apesar de implicar um processo já bastante simples, e cuidados que minimizam impactos no corpo e na saúde de quem faz uma tatuagem, é essencial perceber que, tão importante quanto a escolha do desenho e do local onde se vai fazer a tatuagem, são os cuidados que se devem ter com ela. A utilização de uma película aderente e a hidratação com uma pomada específica são os cuidados básicos que qualquer tatuador referirá depois de concluir o seu trabalho. Mas há outros que, a par dos restantes alertas, nunca devem ser descurados: a exposição solar e o contacto com a praia e com a piscina.
As piscinas, ainda que possam ser normalmente encaradas como menos agressivas, apresentam dois perigos acrescidos: a possibilidade de contrair infeções e a agressão do cloro, que pode danificar os pigmentos da tatuagem. Por isso, nenhum recém-tatuado deve ceder às tentações de uma piscina idílica até que cumpra, pelo menos, um mês de cuidados plenos em torno da sua nova arte corporal. É ainda importante não esquecer que, para além de permitir a hidratação geral do organismo, o consumo regular de água ajuda a manter a nova tatuagem igualmente hidratada e saudável. Protetor solar elevado e água são assim as palavras de ordem para quem quer exibir, com estilo e segurança, a sua tatuagem – nova ou antiga – na praia ou na piscina.

Palavra de especialista

Os dermatologistas, habituados a lidar com quem que se arrependeu das suas tatuagens ou que se queixa de despigmentação, sabem que o maior truque para garantir uma tatuagem perfeita e livre de problemas se resume essencialmente a isto: fugir do sol e da água do mar ou da piscina até que ela deixe de ser um “recém-nascido” e cumpra pelo menos um mês de existência. Se não estiver disposto ao sacrifício, existe sempre a alternativa de uma tatuagem temporária. Dizem os especialistas que, para além de não doer, tem sempre a possibilidade de ser substituída por outra tatuagem, sem arrependimentos! Boa praia!
fonte:http://tatuagem.com/